Começa prazo para solicitação de atendimento por nome social no Enem 2018

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) abre nesta segunda-feira, 28 de maio, o período para solicitações de atendimento por nome social no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2018. Participantes transexuais e travestis que quiserem ser identificados no Exame em consonância com sua identidade de gênero têm até 3 de …

Ler mais…Começa prazo para solicitação de atendimento por nome social no Enem 2018

Rio Grande do Norte é o 6º estado brasileiro a publicar provimento para retificação de pré nome e gênero de pessoas trans.

Hoje o movimento civil organizado do Rio Grande do Norte, com participação da Rede Nacional de Pessoas Trans, através da Atransparência-RN e demais instituições do estado, conseguiram uma inédita batalha sob os cartórios do estado. A partir de hoje, depois da assinatura do poder Judiciário, através da Desembargadora do Tribunal de Justiça, Sra Zeneide Bezerra, as pessoas travestis e transexuais do RN poderão fazer suas alterações em seus respectivos cartórios.

Desde março o STF autorizou pessoas trans a mudar o seus pré-nomes e gênero, mesmo sem cirurgia ou decisão judicial , isso implica numa vitória que a anos o movimento trans luta por todo o país. O Rio Grande do Norte é o 6º estado do país (Até agora os estados de Sergipe, Ceará, Rio Grande do Sul, São Paulo (Santos) e Goiás já compartilharam seus provimentos ) a autorizar através de provimento a alteração do pré nome por meio de averbação , sem laudos       médicos,  uma vitória que hoje foi comemorada por a população trans Potiguar.

A cidade de Mossoró, situada no Oeste Potiguar, conhecida nacionalmente por ser a “Terra da Liberdade” foi protagonista também da luta trans, mesmo antes do provimento ser assinado pela desembargadora Zeneide Bezerra, as pessoas trans desta cidade, já poderiam fazer suas retificações noscartórios da cidade.

A publicação do provimento será feita no dia 29 de maio por meio do Diário Oficial do Estado do Rio Grande do Norte.

 

 

CENSO TRANS – REDE NACIONAL DE PESSOAS TRANS DO BRASIL

Na última quarta-feira (23), iniciamos uma nova fase da pesquisa do Censo Trans com nossa presidente , vice-presidente e a Equipe de Trabalho de Educação entre Pares do Igualdade Associação de Travestis e Transexuais do Rio Grande do Sul, através de parceria firmada com a Coordenação Municipal de IST e HIV/AIDS apoiada pela Secretaria de …

Ler mais…CENSO TRANS – REDE NACIONAL DE PESSOAS TRANS DO BRASIL

Alteração documentos no cartório

A Rede Trans sabe que após decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) a maioria dos cartórios brasileiros não se encontram preparados para nosso pronto atendimento, incidimos e oficializamos órgãos competentes e participamos de diversos debates visando a construção de orientações simples que não afaste nossa população deste direito, e que não se constitua a solicitação …

Ler mais…Alteração documentos no cartório

Ceará permite mudança de gênero em cartório sem ordem judicial: ‘Novo começo pra alcançar a cidadania’

Ceará agora permite mudança de gênero no registro civil sem autorização judicial. A Corregedoria-Geral da Justiça do Estado do Ceará publicou no Diário da Justiça o provimento 9 de 2018, que regulamenta a norma, nesta segunda-feira (7). Com a autorização, pessoas trans podem mudar o nome de registro sem a necessidade de autorização judicial e …

Ler mais…Ceará permite mudança de gênero em cartório sem ordem judicial: ‘Novo começo pra alcançar a cidadania’

Rede Trans aponta que a cada 2 dias uma pessoa trans é assassinada no Brasil.

Na proposta de reformulação do site elaborado nas atividades da semana da Visibilidade Trans em 2018, estamos reativando o monitoramento de casos de assassinatos de pessoas trans no Brasil. A Rede Trans Brasil foi pioneira nesse trabalho, iniciando a contagem em 2016 após membros da sua diretoria reunirem-se no fórum social mundial em Porto Alegre …

Ler mais…Rede Trans aponta que a cada 2 dias uma pessoa trans é assassinada no Brasil.

ATENÇÃO PESSOAS TRANS : Inscrição para o Enem começa Hoje 07/05/2018

Começa nesta segunda-feira, às 10h, o período de inscrições para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2018. O prazo vai até 18 de maio. As inscrições devem ser feitas na Página do Participante. Mesmo os candidatos que pediram isenção da taxa de inscrição devem fazer a inscrição. O pagamento da taxa para quem não …

Ler mais…ATENÇÃO PESSOAS TRANS : Inscrição para o Enem começa Hoje 07/05/2018

DPU promove audiência pública sobre registro civil de pessoas trans

A Defensoria Pública da União (DPU) vai promover uma audiência pública com o tema “Regulamentação Nacional de Retificação de Registro Civil de pessoas Trans: a ADI 4275 e os parâmetros mínimos na Resolução do CNJ”, na próxima segunda-feira (7), às 13h, na sede da DPU em Brasília. A iniciativa é do Grupo de Trabalho Identidade …

Ler mais…DPU promove audiência pública sobre registro civil de pessoas trans

Representante da Rede Trans é convidada a debate sobre implantação de Conselho LGBT em Rondônia.

A Rádio CBN em Rondônia convidou representantes do movimento de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais da cidade de Porto Velho para um debate sobre a relevância da implantação do Conselho Estadual de Direitos Humanos e Políticas Públicas conselho LGBT, aprovado pela Assembleia Legislativa do Estado, no dia 24 do mês passado.
O projeto está com o Governador do Estado de Rondônia para sanção e implementação da lei. Entretanto, o representante do executivo estadual está sofrendo pressão de uma pequena bancada parlamentar de fundamentalismo religioso que tem por finalidade de impedir a criação do colegiado tão importante e necessário tanto para o Estado quando para o cidadão, em especial o LGBT.
No programa “Audiência Pública”, falaram a representante estadual da Rede Nacional de Pessoas Trans, Karen de Oliveira, o sexólogo, ativista e o participante do BBB18, da Rede Globo de televisão, Mahmoud, e do Presidente do Conselho Estadual da Assistência Social de Rondônia, o Assistente Social Carlos Henrique.
Eles informaram sobre a importância da criação do conselho que tem por objetivo dialogar com o Estado e efetivar as deliberações das I e II Conferências Estaduais de Diretos e Políticas prol dos direitos das pessoas LGBTs no estado de Rondônia.
Também prestaram informações sobre as formas de violência, vulnerabilidade social e violação e direitos que este público sofre todos os dias, em especial a população Trans. Ressaltaram que o Brasil matou ao menos 868 travestis e transexuais nos últimos oito anos, o que o deixa, disparado, no topo do ranking de países com mais registros de homicídios de pessoas transgênicos. Por isso, a necessidade da sanção e implantação do conselho.
“Faz 03 dias não consigo dormir, devido ao grande fluxo de ligações da imprensa e pessoas enviando atualizações de casos de violação de direitos na minha rede social”, informou Karen ao jornalista do programa.
Torcemos para que a cidadania LGBT vença esse duelo desleal no estado de Rondônia e que em fim a lei que aprova o Conselho LGBT de Rondônia seja em fim aprovada e seus membros possa atuar na defesa de direitos dessa população em nosso Estado, seguindo o exemplo dos estados de Acre, Amazonas, Pará, que fazem parte do Norte do país.

 

 

Malhação escala atriz transexual pela primeira vez: “É muito importante que nós tenhamos chances”

Se em A Força do Querer (2017), trama das 21h de Glória Perez, a transexualidade foi abordada com grande destaque, na atual temporada de Malhação, Gabriela Loran é a primeira atriz transexual a fazer parte do elenco do formato, que está no ar há mais de 20 anos.  A artista será a professora de dança Priscila, que incentiva …

Ler mais…Malhação escala atriz transexual pela primeira vez: “É muito importante que nós tenhamos chances”