Morre Transexual esfaqueada no centro de Aracaju/SE.

A transexual  Laysa Fortuna, de 25 anos foi esfaqueada na região do tórax.

O caso aconteceu no local de trabalho das mulheres travestis e transexuais no Centro de Aracaju (SE) às 22:30 da noite de quinta-feira, 18 de outubro de 2018.

O assassino identificado como Alex da Silva Cardoso, só não fugiu pois foi rendido pelas travestis que também eram ameaçadas no local de trabalho, foi preso e encaminhado à 4ª Delegacia Metropolitana, mas por irresponsabilidade do delegado de plantão da Delegacia Plantonista Sul, foi liberado em seguida para responder em liberdade por crime de ameaça, com lesão corporal de natureza leve.

A vítima, Laysa Fortuna, foi encaminhada ao Hospital Municipal Nestor Piva e transferida para o Hospital de Urgências de Sergipe (Huse)  mas não resistiu a gravidade do ferimento e veio a óbito.

A perfuração provocou uma hemorragia e o acúmulo de sangue nos pulmões. De acordo com a assessoria de comunicação do hospital, Laysa estava com um dreno, para tentar eliminar o sangue da região pulmonar mas infelizmente  a hemorragia era grande e Laysa não resistiu.

A Secretaria de Estado da Segurança Pública de Sergipe (SSP-SE), até as o fim do dia do acontecido (19/10/2018) não emitiu um posicionamento sobre esse caso, a presidente da Rede Trans Tathiane Araújo que está acompanhando o caso, estava presente no momento do óbito e relata: “A ASTRA (entidade filiada à Rede Trans no Estado) já denunciou o caos da violência e o abandono do centro da cidade de Aracaju, na audiência pública em agosto durante as atividades da parada LGBT. O local onde ocorreu o crime é muito próximo à Delegacia de Grupos Vulneráveis (DAGV), que há mais de 5 (cinco) anos reivindicamos o seu funcionamento 24 horas, porém o descaso da segurança pública, além de não avançar, retrocede até na política do Centro de Referência que só funciona no período da manhã, realidade bem distante da nossa população que necessita de segurança pública no seu horário de sobrevivência, já que a sociedade impõe que seu principal exercício de ganho e sobrevivência seja nas esquinas notívagas.”

A ASTRA informa que Laysa será sepultada às 16horas no cemitério São João Batista e seu corpo está sendo velado na residência de seus familiares, no bairro Porto Dantas.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

1 comentário em “Morre Transexual esfaqueada no centro de Aracaju/SE.”

Deixe um comentário