GRUPO PIAUIENSE DE TRANSEXUAIS E TRAVESTIS – GPTRANS SE FILIA A REDE TRANS BRASIL.

O GRUPO PIAUIENSE DE TRANSEXUAIS E TRAVESTIS – GPTRANS foi fundado em 14 de fevereiro de 2012, ele é uma entidade representativa das pessoas Transexuais e Travestis do Estado do Piauí, desde a sua fundação já vem conseguindo inserir a população de travestis e transexuais em lugares estratégicos de atuação. Na busca da garantia de seus direitos, já nos primeiros anos de fundação, o grupo chegou a executar em 2014, em parceria com diversos órgãos a nível estadual e municipal, o Projeto Agente Trans Forma que tinha por objetivo capacitar todo corpo de trabalhadores penitenciários com intuito de saberem a melhor forma de tratar travestis e transexuais encarceradas. Desde então, o GPTRANS tem atuado direta e indiretamente tanto em âmbito municipal quanto estadual, nos últimos anos auxiliou na articulação junto à assembleia legislativa do Piauí a Lei nº 5.916/09, que garante o uso do nome social às pessoas travestis e transexuais em órgãos da administração pública de forma direta e indireta.

Outra forma importante de atuação do Grupo, é que, ele vem se destacando nos mecanismos de controle social, como exemplo, o Conselho Municipal de Juventude de Teresina, Conselho Municipal LGBT de Teresina, Comitê de Enfrentamento a LGBTFOBIA, Conselho Estadual de Saúde e GT de Segurança Pública do Estado.

Portanto, é com grande satisfação que a Rede Trans Brasil deseja as boas-vindas ao Grupo Piauiense de Transexuais e Travestis – GPTRANS em nossa instituição. Acreditamos que nossa Rede cresce no Piauí e o movimento se fortalece com mais esta importante filiação.

Deixe um comentário