Incidência da Rede Trans Brasil em Rio Branco – AC

Na terça-feira, 24 de setembro, na cidade de Rio Branco, a presidenta da Rede Nacional de Pessoas Trans esteve reunida juntamente com sua entidade filiada no estado do Acre a Associação de Travestis e Transexuais do Acre através de Antonela Albuquerque e Rubi Rodrigues com a prefeita da capital Rio Branco, Socorro Neri, foi discutida na reunião a importância da criação do ambulatório para pessoas trans na cidade do Rio Branco.

Rubi Rodrigues, que atualmente também é servidora do Ministério Público do Acre, parabenizou a gestão da Prefeita, pela assinatura do decreto do nome social no município do Acre, dentre as pautas em benefício da população trans destacamos a nossa cobrança na implementação do ambulatório de travestis e transexuais e o apoio ao IV Workshop Norte da Rede Trans Brasil, que tem data marcada para os dias 12 à 14 de dezembro em Rio Branco, no Acre.

Já no dia 25 de setembro, visitamos o Centro de Atendimento à Vítima do Ministério Público do Estado do Acre (CAV/MPAC), Coordenado pela Procuradora de Justiça Patrícia de Amorim Rêgo, que foi instituído e inaugurado em junho de 2016, visando atender vítimas de violência de gênero e é um dos grandes exemplos do país em inclusão da população de travestis e transexuais em todo Brasil.

Além da visita em audiência com a Procuradora de Justiça Patrícia de Amorim Rêgo, foi firmado apoio do Ministério Público do Acre com a disponibilidade das instalações, comunicação social e equipamentos para o IV Workshop Regional Norte da Rede Trans Brasil.

 

 

 

Segue abaixo um vídeo de campanha voltada ao segmento de travestis e transexuais do MP-Acre

Deixe um comentário