Rede Trans conhece trabalhos desenvolvidos em Rio Branco – AC

Na tarde da quarta-feira 25 de Setembro de 2019, a coordenadora do Centro de Atendimento à Vítima (CAV), procuradora de Justiça Patrícia Rêgo, recebeu a presidente da Rede Nacional de Pessoas Trans (Redetrans), Tathiane Araújo.

Militante da causa LGBT, a presidente da Redetrans conheceu o trabalho desenvolvido pelo CAV e discutiu parcerias com o MPAC para ações de inclusão social e realização de eventos destinados ao público transexual. Ela apresentou também uma cartilha intitulada “Diálogos Sobre Viver Trans – Monitoramento: Assassinato e Violação de Direitos Humanos de Pessoas Trans no Brasil”.

Um dos temas discutidos durante o encontro foi a implementação da política ambulatorial para pessoas transexuais em Rio Branco, bem como uma parceria para a realização, em dezembro, do IV Workshop Regional Norte da Redetrans em Rio Branco, que tem como objetivo levar formação política e troca de experiências entre pessoas trans.

A procuradora de Justiça também expôs durante a reunião campanhas do MPAC que visam sensibilizar a população sobre a causa, destacando que o trabalho é realizado de forma interna e externa.

“Foi uma reunião bastante produtiva, que nos trouxe informações úteis para o dia a dia do CAV e também com relação a futuras parcerias que deveremos firmar, como para a realização do Workshop”, destacou a procuradora de Justiça Patrícia Rêgo.

Thatiane elogiou e destacou a importância do trabalho realizado pelo CAV. “Já conhecia o trabalho do MPAC, porque nós que fazemos parte dos movimentos LGBT ficamos muitos felizes e sempre discutimos em nossas conversas as experiência exitosas desenvolvidas para a nossa população. Tive o prazer de comprovar nessa visita o olhar qualificado e o entendimento da causa”, salientou.

 

Deixe um comentário