IV WORKSHOP NORTE DA REDE TRANS BRASIL FECHA CICLO DE EVENTOS DA NOSSA ENTIDADE EM 2019.

Esta sendo realizado de 12 a 14 de dezembro o IV Workshop Regional Norte da Rede Trans Brasil – REDETRANS Brasil que  teve sua fundação e registro no ano de 2009 na cidade do Rio de Janeiro – RJ, instituição nacional que representa pessoas Travestis e Transexuais do Brasil e completa 10 anos neste mês de dezembro  consolidam-se  como instrumento de expressão da luta pela garantia dos direitos humanos e cidadania plena de Travestis e Transexuais masculinos e femininos contra quaisquer formas de discriminação, tendo como responsável a organização local do evento e da nossa filiada local a Associação de Travestis e Transexuais do Acre,  uma organização cuja missão é a defesa dos Direitos Humanos, a erradicação da discriminação e do preconceito, o combate à violência junto às pessoas Trans do estado do Acre, que juntamente com Fórum LGBT do Acre promoveu uma parceria com a mídia ninja para exibição do filme Indianara, a metodologia deste encontro é inovadora tendo como a discussão horizontal rodas de conversas e com a realização deste evento nossa rede chega a realização de cinco encontros regionais nas cinco regiões Brasileiras  os resultados dos workshops realizados nas cinco regiões, são frutos de uma estratégia única e prevê a discussão de ações de  prevenção as IST/HIV/AIDS, Inclusão Social, Educação e Direitos Humanos para a população de Pessoas travestis e transexuais, população ainda de alto grau de vulnerabilidade para as questões centrais do evento além da  integração das nossas entidades filiadas nestas regiões do Brasil .

                             

Histórico:

Durante nosso planejamento estratégico em novembro de 2014 idealizamos a realização de um encontro com novo formato priorizando o modelo de participação igualitária entre facilitadores e participantes.

Nosso modelo de evento prioriza a retirada de propostas durante as rodas de conversas e os convidados são para provocar com relatos as discussões e fomentar as propostas

Como a intenção da REDE é criar esse sistema de formação e informação, os monitoramentos da produção dos Workshops são constantemente avaliados e reavaliados.

 

OBJETIVOS :

  Discutir questões sobre auto organização e militância do movimento organizado de pessoas Travestis e Transexuais.

-Discutir questões sobre Saúde pública e ações de prevenção em IST/HIV/AIDS e Hepatites com Travestis e Transexuais.

  • Analisar a vulnerabilidade de pessoas Trans em situação de privação de liberdade e a política de saúde neste ambiente.
  • Analisar as vulnerabilidades acrescida das Pessoas Trans na terceira idade e em situação de rua.
  • Dialogar sobre legitimação das identidades de travestis e transexuais.
  • Promover discussão sobre a vida sexual e a política de prevenção dos homens trans na saúde publica.
  • Discutir entre lideranças travestis e transexuais e gestões locais de saúde estratégias de conscientização da população e capacitação de profissionais sobre PrEP e PEP além de acesso ao mecanismos de testagem para diagnóstico frente ao IST/HIV/AIDS e H.V.

 

RESULTADOS ESPERADOS :

-Debater sobre o silenciamento de parte da nossa história, trazendo à tona a importância das travestis e transexuais na luta contra a repressão.

-Discutir diagnostico tardio e novas tecnologias de prevenção junto a travestis e transexuais.

-Discutir a situação das travestis e transexuais no sistema penitenciário brasileiro.

-Pensar nas travestis e transexuais no mercado de trabalho formal, buscando alternativas para desviarem-se da lógica que as designa a prostituição como única possibilidade.

-Debater sobre a exclusão de travestis e transexuais do ambiente escolar, assim como a importância de projetos que busquem reinserir elas na educação e consequentemente nas universidades. Rompendo assim, com ciclo de opressão, inserindo-as no mercado de trabalho formal.

– Discutir o crescimento da epidemia de IST/HIV/HEPATITES e a invisibilidade da população de travestis e transexuais nos dados e no acesso as novas tecnologias de prevenção.

-Discutir controle social como mecanismo de garantia das conquistas.

 

Segue algumas fotos…

Deixe um comentário