Latinidades Pretas vai premiar conteúdos desenvolvidos por negres ou indígenas LGBTQIAP

A segunda edição de Latinidades Pretas vai reconhecer, visibilizar e premiar 100 propostas de conteúdos inéditos desenvolvidos por criadoras e criadores negres LGBTQIAP+ ou indígenas LGBTQIAP+, no âmbito da América Latina e Caribe. As propostas selecionadas receberão o valor de R$ 1.000,00 (um mil reais) cada.

Latinidades Pretas é uma plataforma online criada em 2020 para reunir conteúdos, gerar renda e dar suporte às empreendedoras e empreendedores negres e indígenas, trabalhadores da cultura e da economia criativa. Em 2021, o projeto foca na valorização de trajetórias, história e memória das culturas LGBTQIAP+ negres e indígenas, assim como de representantes destas comunidades.

A plataforma foi idealizada por mulheres negras que desenvolvem ações transversais, a partir do lugar das artes e da cultura. A iniciativa possibilita formação, inovação e impacto social e se utiliza de metodologias disruptivas para atuar nos temas do empreendedorismo; geração de renda; produção, gestão cultural, políticas públicas e empoderamento, especialmente, de mulheres e meninas negras. A história toda começou há 14 anos, a partir da fundação do Festival Latinidades.

Para obter mais informações e acessar o edital, clique aqui.

Deixe um comentário