Em junho, projeto Oportunizar apresentou equipe de trabalho e discutiu estratégias

Equipe de multiplicadores é apresentada em reunião on-line

Em junho, a coordenação do Oportunizar, projeto da Rede Trans Brasil que pretende capacitar lideranças que fomentem a qualificação e a empregabilidade de pessoas trans, iniciou o trabalho com a equipe de multiplicadores que vão implementar as ações em 10 cidades distribuídas pelas 5 regiões do Brasil.

Apresentação da equipe
Durante todo o mês de junho, a equipe reuniu-se semanalmente em encontros virtuais conduzidos por Tathiane Araujo, coordenadora do projeto e presidente da Rede Trans Brasil. Na primeira reunião, os objetivos e ações do Oportunizar foram introduzidos e, em seguida, cada integrante da equipe foi apresentado e pôde falar de sua experiência no movimento.

O time de agentes multiplicadores é composto por lideranças que foram selecionadas em Belém (PA), Brasília (DF), Fortaleza (CE), Goiânia (GO), Macapá (AP), Porto Alegre (RS), Recife (PE), Salvador (BA), São Paulo (SP) e Vitória (ES). “Temos uma equipe de alta qualidade, que vem desde a experiência com a militância social até o trabalho institucional na gestão, produções acadêmicas e outros projetos nesse campo”, destacou Tathiane.

Planejamento de ações é detalhado pela coordenação do projeto

Planejamento de ações e estratégias de comunicação
Nas reuniões seguintes, o planejamento das ações foi exposto e discutido em mais detalhes. Tathiane focou em pontos estratégicos da execução do projeto, como a parceria com o sistema S (Senai, Sesc, Sesi e Senac) e a interlocução dos multiplicadores com as Câmaras de Dirigentes Lojistas (CDL) para facilitar a comunicação e conscientização das empresas de cada cidade atendida. A coordenadora também fez questão de deixar bem definido para a equipe um dos pilares do projeto: o caráter de advocacy, tanto com o poder público quanto com o empresariado. A equipe trocou ideias sobre o assunto, entre elas, fazer um apanhado de empresas que trabalharam com a pauta LGBT em suas estratégias de marketing e publicidade durante o mês do orgulho, com intuito de identificar potenciais parcerias.

As estratégias de comunicação também foram abordadas e discutidas. Eduardo Lins, assistente de comunicação do projeto, apresentou um esboço do website, principal ferramenta de divulgação das ações do Oportunizar. A equipe pôde, então, dar sugestões sobre a identidade visual e disposição dos conteúdos. Estratégias alternativas de divulgação em redes sociais, também foram levantadas, assim como a elaboração de um manual de conscientização sobre empregabilidade para pessoas trans, outro produto de comunicação previsto no projeto.

Sobre o Oportunizar
O projeto Oportunizar tem o objetivo de fortalecer ações institucionais do movimento trans, capacitando lideranças e realizando ações de advocacy sobre qualificação e empregabilidade nas cinco regiões do país. Espera-se, assim, promover a cidadania de pessoas trans, combatendo o preconceito com a identidade de gênero no mercado de trabalho. Para isso, estão previstas propostas de políticas públicas que reduzam a exclusão social da população trans nos aparelhos de gestões estaduais e municipais e, assim, tragam o reconhecimento dos sujeitos através da sua vivência e de sua identidade de gênero nos mercados de trabalho.

A coordenadora Tathiane Araujo está empolgada com o início das ações do Oportunizar. “Temos uma equipe muito diversa, com experiência e fôlego para protagonizar um novo momento na história de inclusão social da nossa população trans”.

Deixe um comentário