Governador do Rio Grande do Sul engajará secretarias nas ações do Oportunizar

A equipe do projeto Oportunizar foi recebida pelo governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, em reunião ocorrida no dia 09/11, no Palácio Piratini, em Porto Alegre. A coordenadora do projeto Oportunizar, Tathiane Araujo, e a multiplicadora local, Ana Paula Sander, foram acompanhadas da presidenta do grupo Igualdade-RS e vice-presidenta da Rede Trans Brasil, Marcelly Malta. Estiveram presentes também o coordenador estadual de Diversidade Sexual e Gênero, Dani Morehtson, responsável pelo agendamento da reunião, e o advogado do Igualdade-RS, Diego Cândido. Tathiane apresentou o Oportunizar ao governador Eduardo Leite e entregou a ele um ofício com a situação-problema e propostas do projeto.

No diálogo com o governador, Tathiane Araujo relatou o encontro com a deputada estadual Luciana Genro, no qual a parlamentar se comprometeu em levantar as pautas do projeto na Assembleia Legislativa. Ela aproveitou para pedir ao governador que sancione as pautas encaminhadas pela deputada nas áreas da educação e trabalho. Tathiane também relembrou a experiência do TransCidadania, programa de resgate social para pessoas trans na cidade de São Paulo, lançado na gestão do então prefeito Fernando Haddad. Ela sugeriu que as secretarias estaduais tivessem um olhar diferenciado com a questão da educação e da empregabilidade da população trans e que a Assembleia aprovasse uma iniciativa de reparação social aos moldes do TransCidadania, com oferta de uma bolsa ou auxílio que garantisse condições para que pessoas trans retornem e concluam a educação básica.

O governador Eduardo Leite comprometeu-se em ajudar as ações do Oportunizar através do engajamento conjunto das secretarias estaduais. Ele declarou que sua gestão está organizando políticas públicas voltadas à população trans, para promover a diversidade e a inclusão nos mais variados cenários dentro do estado do Rio Grande do Sul. O governador delegou a Dani Morehtson, coordenador estadual de Diversidade Sexual e Gênero, a missão de construir as pontes com as secretarias, dialogando com os secretários das pastas envolvidas, como a de Trabalho, Emprego e Renda e a Fundação Gaúcha do Trabalho e Ação Social (FGTAS).

Deixe um comentário