Oportunizar: Fundação do Rio Grande do Sul divulga processo seletivo com reserva de vagas para pessoas trans

(FASE RS/Divulgação: Instagram)

A FASE RS (Fundação de Atendimento Sócio-Educativo do Rio Grande do Sul) abriu edital para processo seletivo público com reserva de vagas para pessoas trans, conforme decreto assinado pelo governador Eduardo Leite, em dezembro de 2021. Publicado no dia 11 de fevereiro, o edital lista, entre diversos cargos, um para assistente administrativo e outro para agente socioeducador que serão reservados para pessoas trans. O processo está sendo executado pela banca organizadora Instituto Mais e as inscrições podem ser feitas até o dia 7 de março.

A cota para pessoas trans em concursos no estado do Rio Grande do Sul é mais um produto das articulações de advocacy do projeto Oportunizar. Em novembro do ano passado, a coordenadora do projeto, Tathiane Araújo, junto à educadora no Rio Grande do Sul, Ana Paula Sander, reuniram-se com o governador Eduardo Leite para dialogar sobre empregabilidade e capacitação para pessoas trans. A parceria firmada resultou no decreto assinado pelo governador no dia 6 de dezembro de 2021, respaldado pelo parecer nº 19.050, da Procuradoria-Geral do Estado, que cria a reserva de 1% das vagas em concursos públicos realizados no estado para pessoas trans e indígenas.

No final de dezembro de 2021, a Previdência do Estado do Rio Grande do Sul publicou o primeiro edital para concurso público com cota para pessoas trans. Foram duas vagas, sendo uma para assistente previdenciário, na qual a/o candidata (o) deveria ter ensino médio completo, e a outra para analista em previdência, cargo de nível superior em Direito. Vinte e nove pessoas trans inscreveram-se para a prova, que aconteceu em fevereiro.

Deixe um comentário