Rede Trans Brasil abre processo seletivo para projeto na área de segurança pública

A Rede Trans Brasil publicou hoje, 02/03, edital com vagas para compor a equipe de trabalho do projeto “Travessia – Observatório Nacional de Violações de Direitos e Mortes de Pessoas Trans”, que deve ser iniciado no próximo mês. Os cargos são de coordenador geral, assistente de coordenação e assistente administrativo e comunicação.

As inscrições podem ser realizadas de 04 a 14 de março de 2022, através do preenchimento e envio por e-mail do formulário disponibilizado no site da Rede Trans Brasil (link abaixo). Dentre os documentos necessários, o candidato deve enviar anexado seu currículo e algum documento que comprove sua participação em ações junto ao movimento LGBTQIA+, se houver.

O edital informa também que será diferencial o candidato ter conhecimento no sistema SICONV/Plataforma +BRASIL e/ou aptidão com sistemas em geral, além de dispor de tempo para desenvolver atividades dentro das sedes das ONG filiadas à Rede Trans Brasil nos municípios de atuação do projeto. Ser pessoa LGBT, de preferência pessoa trans, está entre os requisitos. O resultado do processo será divulgado no dia 16 de março.

O projeto Travessia tem como objetivos promover ações de monitoramento, como um serviço de denúncia e advocacy na área de segurança pública, e aprimorar a incidência da gestão e do legislativo no combate às violações de Direitos Humanos de pessoas trans no Brasil. O projeto será executado por meio do Ministério dos Direitos Humanos, através de emenda parlamentar, com fomento nº 917421/2021.

Confira todos os detalhes do processo seletivo acessando o edital no link abaixo:

Edital nº 01/2022 – Processo seletivo

Anexos – formulário de inscrição

Deixe um comentário