Universidade Estadual do Pará ofertará curso de gastronomia para pessoas trans em parceria com o Oportunizar

No dia 10/05, a Universidade Estadual do Pará (UEPA) comprometeu-se com a equipe do projeto Oportunizar em oferecer um curso profissionalizante na área de gastronomia para pessoas trans e travestis da região metropolitana de Belém. A iniciativa foi formalizada em reunião entre a representante do Oportunizar no Pará, Flores Astrais, a coordenadora do projeto Startup Pará da Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Profissional e Tecnológico (SECTET), Maria Trindade, e a coordenadora do projeto Revalida, Regina Carneiro, e a coordenadora de empreendedorismo, Natácia Silva, ambas da UEPA. Também esteve presente Rafael Carmo, da Gerência de Proteção à Livre Orientação Sexual (GLOS).

O Oportunizar apresentou à SECTET um mapeamento indicando que cursos nas áreas de gastronomia e estética são os mais procurados pela população trans e de travestis na região de Belém. Agora, a equipe do projeto realizará um novo mapeamento para descobrir qual curso, dentre os diversos oferecidos pela UEPA na área de gastronomia, tem a maior demanda da população. O formulário do mapeamento está disponível neste link. O curso escolhido será ofertado pela UEPA com emissão de certificado ao final da carga horária, que deverá ter no mínimo 20 horas.

Além do curso de gastronomia, a UEPA está elaborando outros cursos técnicos voltados para a população trans. A universidade também vai integrar seus projetos na área de estética ao Projeto Casulo, do Ambulatório Trans e Travesti do SUS, no Pará.

Deixe um comentário