MONITORAMENTO DE ASSASSINATOS TRANS – ABRIL 2018

MONITORAMENTO DE ASSASSINATOS (ABRIL) TOTAL = 10 01 – Elvira – 28 anos –  facadas – via pública – Maranguape – CE 02/04/2018 Travesti, com idade de 28 anos, com nome social de Elvira, foi morta a facadas no bairro Novo Maranguape, Região Metropolitana de Fortaleza. A vítima sofreu agressões com ponta pés e socos, …

Ler mais…MONITORAMENTO DE ASSASSINATOS TRANS – ABRIL 2018

MONITORAMENTO DE ASSASSINATOS TRANS – MARÇO 2018

MONITORAMENTO DE ASSASSINATOS (MARÇO) TOTAL = 16 01  – Alessandra da Silva Alves, 50 anos  – Executada a tiros – Rio de Janeiro-RJ 01/03/2018 Uma travesti foi encontrada morta e outra ficou ferida por tiros, na manhã desta quinta-feira, em Campo Grande. Alessandra da Silva Alves, de 50 anos, e Nayara Montenegro, de 30, foram surpreendidos …

Ler mais…MONITORAMENTO DE ASSASSINATOS TRANS – MARÇO 2018

MONITORAMENTO DE ASSASSINATOS TRANS – FEVEREIRO 2018

MONITORAMENTO DE ASSASSINATOS (FEVEREIRO)  TOTAL = 22 01 – Natália Ketlin – 24 anos – Via pública – tiros e pedradas – Campos Altos – MG 01/02/2018 corpo de uma travesti, ainda sem identificação, foi encontrado na Rua José Belizário de Rezende, no Bairro Camposaltinho, em Campos Altos, no Alto Paranaíba, na noite desta quinta-feira (1º). …

Ler mais…MONITORAMENTO DE ASSASSINATOS TRANS – FEVEREIRO 2018

MONITORAMENTO DE ASSASSINATOS TRANS – JANEIRO 2018

MONITORAMENTO DE ASSASSINATOS (JANEIRO) TOTAL= 12 01 – Travesti sem identificação – Pedrada na cabeça e facadas – Alto Parnaíba – MA 02/01/2018  De acordo com os Policiais Militares, eles receberam uma denúncia anônima de que havia uma mulher correndo pela rua e gritando por socorro e um homem logo atrás dizendo que iria matá-la. …

Ler mais…MONITORAMENTO DE ASSASSINATOS TRANS – JANEIRO 2018

Pará é o 7º Estado Brasileiro a publicar provimento para retificação de prenome e gênero de pessoas trans.

A partir desta terça-feira, 12, transgêneros, que assim se declararem, maiores e capazes, e os relativamente capazes, devidamente assistidos, poderão requerer pessoalmente ao Oficial do Registro Civil das Pessoas Naturais, a alteração do prenome, sexo, ou ambos, no registro de nascimento ou casamento, independentemente de autorização judicial ou comprovação de realização de cirurgia de transgenitalização …

Ler mais…Pará é o 7º Estado Brasileiro a publicar provimento para retificação de prenome e gênero de pessoas trans.

Pedido de alteração no provimento de Goiás.

Ontem (05), O Fórum de Transexuais de Goiás, Astral-Go e Rede Trans Brasil representados por Cristiany Beatriz, Luca Hanie e Bruno Dionísio em parceria firmada com a Defensoria Pública do Estado de Goiás protocolaram um ofício junto à Corregedoria do estado, no Fórum do setor Oeste, solicitando a alteração no provimento no artigo 2º, incisos …

Ler mais…Pedido de alteração no provimento de Goiás.

Começa prazo para solicitação de atendimento por nome social no Enem 2018

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) abre nesta segunda-feira, 28 de maio, o período para solicitações de atendimento por nome social no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2018. Participantes transexuais e travestis que quiserem ser identificados no Exame em consonância com sua identidade de gênero têm até 3 de …

Ler mais…Começa prazo para solicitação de atendimento por nome social no Enem 2018

Rio Grande do Norte é o 6º estado brasileiro a publicar provimento para retificação de pré nome e gênero de pessoas trans.

Hoje o movimento civil organizado do Rio Grande do Norte, com participação da Rede Nacional de Pessoas Trans, através da Atransparência-RN e demais instituições do estado, conseguiram uma inédita batalha sob os cartórios do estado. A partir de hoje, depois da assinatura do poder Judiciário, através da Desembargadora do Tribunal de Justiça, Sra Zeneide Bezerra, as pessoas travestis e transexuais do RN poderão fazer suas alterações em seus respectivos cartórios.

Desde março o STF autorizou pessoas trans a mudar o seus pré-nomes e gênero, mesmo sem cirurgia ou decisão judicial , isso implica numa vitória que a anos o movimento trans luta por todo o país. O Rio Grande do Norte é o 6º estado do país (Até agora os estados de Sergipe, Ceará, Rio Grande do Sul, São Paulo (Santos) e Goiás já compartilharam seus provimentos ) a autorizar através de provimento a alteração do pré nome por meio de averbação , sem laudos       médicos,  uma vitória que hoje foi comemorada por a população trans Potiguar.

A cidade de Mossoró, situada no Oeste Potiguar, conhecida nacionalmente por ser a “Terra da Liberdade” foi protagonista também da luta trans, mesmo antes do provimento ser assinado pela desembargadora Zeneide Bezerra, as pessoas trans desta cidade, já poderiam fazer suas retificações noscartórios da cidade.

A publicação do provimento será feita no dia 29 de maio por meio do Diário Oficial do Estado do Rio Grande do Norte.